Por:

Website:

Importância da Engenharia de Manutenção – Especialização em Caldeiraria e Tubulações

O objetivo desse estudo é discutir a necessidade, as responsabilidades e as atribuições da área de Engenharia de Manutenção Industrial, também chamado de Apoio Técnico, em uma Organização. Outra intenção é identificar o conhecimento requerido e o efetivo próprio mínimo, definir os recursos de pessoal e de “softwares” necessários e como prover o treinamento. No […]

O objetivo desse estudo é discutir a necessidade, as responsabilidades e as atribuições da área de Engenharia de Manutenção Industrial, também chamado de Apoio Técnico, em uma Organização.

Outra intenção é identificar o conhecimento requerido e o efetivo próprio mínimo, definir os recursos de pessoal e de “softwares” necessários e como prover o treinamento.

No passado essa atividade de Engenharia de Manutenção era exercida sem uma estrutura própria, havia os engenheiros e técnicos de referência, reconhecidos por notório conhecimento e ampla experiência, que eram normalmente recorridos e consultados.

Como é normal, houve perda, ao longo do tempo, de conhecimento e experiência, com a transferência ou aposentadoria dos mais experientes, levando ao risco de falta de competência, para apoio técnico às atividades de manutenção.

Algumas Organizações já atingiram a massa crítica da Engenharia de Manutenção Industrial e em outras é imprescindível criar e desenvolver esse conhecimento. A consequência pior disso é a perda de conhecimento inerente à função e a uma dependência cada vez maior de contratações e terceirização de mão-de-obra, na maioria das vezes não suficientemente preparada.

A gestão de uma Gerência de Manutenção Industrial comporta administrar e acompanhar os trabalhos de técnicos, engenheiros e especialistas, nas áreas de caldeiraria e tubulação, máquinas, eletricidade, instrumentação e controle e automação.

Porém, uma avaliação atual dessas engenharias ou apoio técnico, nas Organizações, está mostrando uma “descapacitação” em marcha, provocada por redução do quadro de pessoal próprio e acúmulo de outras atividades, que competem com as atividades de projeto e apoio técnico de manutenção.

pratica-da-engenharia-de-manutencao

Deixe o seu comentário

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível:

Carregando...Carregando...