Por:

Website:

LDAR-Monitoramento de Emissões Fugitivas de Hidrocarbonetos Unidades de Operações com Óleo&Gás

| 21/11/2018 | 18 Vizualizações

As emissões fugitivas são definidas como liberações de gases, vapores inflamáveis e poluentes atmosféricos tóxicos, os COVs- Compostos Orgânicos Voláteis.A gestão do controle de emissões fugitivas tem como objetivo minimizar o volume destas emissões de COVs/VHAPs para o meio ambiente, através da implantação de um programa de monitoramento, medição e reparo, que segue uma metodologia conhecida como LDAR-Leak Detection and Repair.

As emissões fugitivas são definidas como liberações de gases, vapores inflamáveis e poluentes atmosféricos tóxicos, os COVs- Compostos Orgânicos Voláteis.

As exigências para redução destas emissões em refinarias de petróleo, petroquímicas e fábricas de produtos químicos aumentaram nos últimos anos, motivadas pelos efeitos adversos que os COVs e o Ozônio, subproduto de reações dos COVs na atmosfera, podem causar à qualidade do ar e da água. Somam-se às questões ambientais, os riscos associados à segurança e à saúde das pessoas, além da perda de produtos de alto valor agregado.

A gestão do controle de emissões fugitivas tem como objetivo minimizar o volume destas emissões de COVs/VHAPs para o meio ambiente, através da implantação de um programa de monitoramento, medição e reparo, que segue uma metodologia conhecida como LDAR-Leak Detection and Repair.

O LDAR consiste de uma rotina de medições em equipamentos, estáticos e dinâmicos, instrumentos, componentes e acessórios de tubulações, que trabalham com produtos contendo Compostos Orgânicos Voláteis-COVs, para identificar os locais com emissão acima da concentração pré-estabelecida como limite aceitável e providenciar o reparo.

Emprego metodologia LDAR

EPA LDAR Guide

GUIDANCE-DOCUMENT-ON-LEAK-DETECTION-AND-REPAIR

Deixe o seu comentário

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível:

Carregando...Carregando...