Por:

Website:

Uso de Réplica na Avaliação da Vida Remanescente de Componente Sujeito à Fluência

A estimativa de vida remanescente de componente de Vaso de pressão ou de Tubulação pode ser realizado por método de cálculo analítico ou computacional, a depender da complexidade da análise. A 1ª atividade é executar a análise de tensões do componente, considerando as cargas atuantes e as condições de fixação (contorno) no Vaso de pressão […]

A estimativa de vida remanescente de componente de Vaso de pressão ou de Tubulação pode ser realizado por método de cálculo analítico ou computacional, a depender da complexidade da análise.

A 1ª atividade é executar a análise de tensões do componente, considerando as cargas atuantes e as condições de fixação (contorno) no Vaso de pressão ou na Tubulação. A seguir é feita a avaliação da vida remanescente, a partir das condições da vida pregressa do componente e das curvas de dano acumulado devido à fluência (“creep damage”).

Porém há uma metodologia através do uso de réplica, que pode tornar o cálculo da vida consumida mais preciso, particularmente, se não se tem o histórico da vida em operação do componente.

 

Vida remanescente à fluência estimada em réplica

Deixe o seu comentário

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível:

Carregando...Carregando...