Tubulações Industriais-Projeto Mecânico, Suportação e Flexibilidade

Em caso de modificações nas condições operacionais de uma tubulação existente, deve haver a avaliação do projeto existente e...

Comente 03.12.21 262 Vizualizações Imprimir Enviar
Avaliação de novas condições operacionais para um sistema de tubulações existentes

Nos sistemas de tubulações, o projeto mecânico para cada tubulação consiste na seleção do seu “espec”, previamente elaborado, que identifica o fluido, as condições de pressão e temperatura de projeto, a classe de pressão, a sobrespessura de corrosão, a padronização dos componentes, e nos casos especiais, a necessidade de tratamento térmico e de teste de tenacidade.

Os componentes de uma tubulação são padronizados em normas, nacionais e internacionais, e selecionados a partir dessas normas, desde os próprios tubos, até válvulas, conexões, niples, parafusos, estojos, porcas, flanges, juntas e gaxetas de vedação, para compor o projeto mecânico da tubulação.

Em caso de modificações nas condições operacionais de uma tubulação existente, deve haver a avaliação do projeto existente e isto é realizado em duas fases:

  • Verificação do enquadramento da alteração no “espec” da linha, que contém todos os componentes padronizados da tubulação, com materiais, dimensões e espessura, classe de pressão, limites de pressão e temperatura;

  • A seguir devem ser considerados os cálculos de verificação dos elementos não padronizados e complementares da tubulação, como os seguintes: vão entre suportes; flexibilidade e juntas de expansão, suportes não rígidos (suportes de mola), reforços em aberturas e esforços sobre os suportes.

    Verificar os detalhes dessa avaliação no arquivo:

    PMTA tubulação existente

Newsletter

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
Translate »